OUTROS DESTAQUES
Administração de fundos
CVM ainda não respondeu a questionamentos do Ministério Público
terça-feira, 25 de novembro de 2003 , 20h10 | POR REDAÇÃO

TELETIME News perguntou à CVM que encaminhamento foi dado em relação às solicitações do Ministério Público Federal feitas por ofício. Conforme noticiamos na segunda, 24, o MP, por meio de seu procurador Luiz Francisco de Souza, enviou, há cerca de um mês, três correspondências à autarquia. A Comissão de Valores Mobiliários respondeu, então, por meio de sua assessoria, que "as respostas a essas questões serão encaminhadas oportunamente pela CVM ao requerente, que decidirá sobre a conveniência de divulgação à imprensa". Cada ofício do Ministério Público tinha um propósito: um pedia para que o Banco Opportunity S/A e o CVC/Opportunity Administradora de Recursos fossem descredenciados da CVM como administradores de recursos de terceiros. Um segundo ofício pedia que a diretora Norma Parente fosse declarada impedida de relatar e julgar o inquérito 08/2001, que investiga supostas infrações cometidas pelo Opportunity Fund em relação às regras do Anexo IV; o terceiro ofício pede para que, no mesmo inquérito (08/2001) não seja aceito termo de compromisso e que o Ministério Público seja ouvido.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro de lideranças do mercado de telecomunicações

19 de setembro a 20 de setembro
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top