OUTROS DESTAQUES
Mercado
TV digital e voz encabeçam prioridades da Vivax pós-fusão
segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007 , 20h02 | POR SAMUEL POSSEBON

A Vivax e a Net Serviços só poderão ser efetivamente integradas quando a Anatel der a anuência prévia para a operação de transferência de controle entre as duas empresas. Em outubro de 2006, a Vivax foi adquirida pela Net Serviços.
No entanto, as duas empresas já preparam as primeiras ações assim que receberem o sinal verde. Após a análise de uma consultoria contratada para avaliar as sinergias e redundâncias entre as duas empresas, algumas medidas práticas já estão sendo tomadas. A primeira, e mais urgente, é em relação à digitalização da rede da Vivax, assim como à oferta de serviços de voz. Os headends de Campinas (da Net) e o de Americana (Vivax) estão sendo integrados para que o serviço digital possa ser oferecido imediatamente após a aprovação da fusão em algumas cidades do interior paulista hoje operadas pela Vivax. O mesmo vale para a integração dos headends de São Paulo (Net) e Santo André (Vivax), o que permitirá a oferta dos canais digitais no ABC paulista. Também está definido que os pacotes banda larga que serão oferecidos serão os da Net, e é provável que logo em seguida comecem a ser oferecidos os serviços Net Fone nas principais cidades que hoje são operadas pela Vivax. A pressa para implantar rapidamente o combo de TV, banda larga e voz nas redes da Vivax, se deve aos impactos da estratégia da Telefônica no Estado, que começaram a ser sentidos em janeiro. A Telefônica está vendendo serviço de TV por assinatura em parceria com a DTHi, via satélite.
Ainda não existe uma perspectiva muito clara de quando a Anatel dará a anuência prévia para que a Net adquira efetivamente o controle da Vivax, mas a expectativa das empresas é que isso seja resolvido em março, até para que a Vivax não precise esperar mais para se integrar à Net.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top