OUTROS DESTAQUES
Preços de handsets ainda resistem em cair no Brasil
quarta-feira, 26 de abril de 2000 , 23h20 | POR REDAÇÃO

A baixa escala de produção de handsets no Brasil impede a queda do produto no País. Mesmo com a rápida expansão dos serviços celulares, o mercado nacional representa apenas 5% (ou 10 milhões de unidades) do mercado mundial consumidor de aparelhos celulares. E a falta de escala impede também a instalação de fábricas no Brasil para baratear a produção de um handset. Atualmente, cerca de 70% dos componentes dos celulares são importados e os aparelhos são apenas montados por aqui. O assunto é analisado na próxima edição da revista TELETIME que circula na próxima semana.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top