OUTROS DESTAQUES
Risco Brasil deve continuar alto
quarta-feira, 26 de abril de 2000 , 23h20 | POR REDAÇÃO

Apesar das melhores expectativas de recuperação da economia brasileira, dirigentes de grandes instituições financeiras internacionais não acreditam numa redução muito expressiva do risco Brasil. Esse risco, que para mercados emergentes é atualmente de 830 basic points (8,3 pontos percentuais acima dos Treasury Bond norte-americanos de 30 anos, hoje com juros de 5,89% ao ano), não deve ficar abaixo de 550 a 600. Assim, o custo mínimo do dinheiro por aqui tende a ficar em 18,39% ao ano. De acordo com grande parte dos investidores estrangeiros atuantes no Brasil, é isso que explica a pressão altista sobre os títulos públicos com taxas prefixadas e a pouca crença numa redução mais expressiva dos juros internos.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top