OUTROS DESTAQUES
Caso Opportunity
BrT abre 17 processos contra ex-diretores e fornecedores
quarta-feira, 26 de abril de 2006 , 20h56 | POR REDAÇÃO

A Brasil Telecom começou a preparar o terreno para conseguir dos antigos administradores da empresa nomeados pelo Opportunity e de várias empresas fornecedoras, ressarcimentos por contratos considerados lesivos à companhia. TELETIME levantou na Justiça do Rio de Janeiro pelo menos 17 processos que foram abertos desde janeiro. Nestes processos, a operadora, de uma maneira geral, avisa a Justiça e as partes que há a intenção de levar adiante ação indenizatória e de ressarcimento. Esta medida serve para que não prescrevam os prazos de reclamação referentes às irregularidades que serão denunciadas pela BrT. As ações na Justiça complementam as duas representações já feitas junto à CVM, e basicamente estão ligadas aos mesmos fatos. A autorização que a companhia necessita dos acionistas para iniciar as ações contra os administradores é objeto da pauta da assembléia da Brasil Telecom (holding e operadora) que acontece na sexta, 28.
Pelo levantamento feito por Teletime, as ações que serão iniciadas têm ex-executivos da Brasil Telecom como alvo, como Carla Cico, Paulo Pedrão Rio Branco (ex-CFO) e Sami Arap Sobrinho (ex-diretor jurídico), e também executivos do Opportunity, além de empresas como Alcatel, Suportcomm, Teleperformance, Kroll entre outras. As ações são as seguintes:

– 2006.001.001068-3, 2a Vara Empresarial: processo contra o Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga, Paulo Pedrão Rio Branco e a empresa Dan Herbert, prestadora de serviços terceirizados de Brasília, por valores muito acima dos de mercado pela prestação de serviços de manutenção na sede da companhia.

– 2006.001.001061-0, 2a Vara Empresarial: processo contra o Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga, Paulo Pedrão Rio Branco pela forma como foi administrada a relação com o Consórcio Voa, que geria os aviões de propriedade da Brasil Telecom, Telemig Celular e Amazônia Celular

– 2006.001.001622-3, 3a Vara Empresarial: Neste processo, os fundos é que pedem garantias de que não perderão o prazo para processarem os administradores do Opportunity em relação a uma série de decisões societárias nas empresas Argolis, Zain e Opportunity Leste em relação a decisões como o acordo umbrella, compra da participação da TIW e Telpart. Os fundos dizem que não tiveram a chance de exercer direitos de acionista.

– 2006.001.001056-7, 2a Vara Empresarial: processo da Brasil Telecom contra Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga, Paulo Pedrão Rio Branco e contra a Alcatel Telecomunicações S/A, em função dos contratos firmados pela Alcatel com a BrT na gestão do Opportunity e que podem ter relação com os depósitos feitos pela empresa no Opportunity Fund.

– 2006.001.002373-2, 3a Vara Empresarial: BrT e iG movem processo contra Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga, Paulo Pedrão Rio Branco em função de acordos de mútuo firmados com a Brasil Telecom e que teriam servido para repassar recursos à Editora Três (Isto É) por meio da empresa Salles Darcy.

– 2006.001.001062-2, 2a Vara Empresarial: Brasil Telecom move processo contra Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga e Paulo Pedrão Rio Branco em relação a supostas despesas indevidas feitas para o aluguel e a decoração da sede do Opportunity em São Paulo.

– 2006.001.001060-9, 2a Vara Empresarial: BrT processa Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga, Paulo Pedrão Rio Branco e a empresa FSB Divulgação e Comunicação, do Rio de Janeiro, por serviços de comunicação prestados ao Opportunity e pagos pela Brasil Telecom.

– 2006.001.001066-0, 2 Vara Empresarial: Brasil Telecom processa Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga, Paulo Pedrão Rio Branco, Maria Amália de Melo Coutrim, Rodrigo Behring Andrade, Raimundo Barreto Bastos, Manuel Ribeiro Filho e Highlake do Brasil em função dos empréstimos feitos pela BrT ao Opportunity para a aquisição das ações da TIW na Telemig Celular e Amazônia Celular.

– 2006.001.002032-9, 3a Vara Empresarial: BrT processa Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga, Paulo Pedrão Rio Branco e Sami Arap Sobrinho em função de contratos superfaturados, contratos lesivos, pagamento de funcionários do Opportunity, pagamentos de encargos trabalhistas de terceiros e desaparecimento de documentos da BrT

– 2006.001.001069-5, 2a Vara Empresarial: Brasil Telecom processa Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga, Paulo Pedrão Rio Branco e mais uma série de funcionários do Opportunity cujos salários eram pagos pela Brasil Telecom e que não prestavam serviços para a empresa.

– 2006.001.001064-6, 2 Vara Empresarial: BrT processa Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga, Paulo Pedrão Rio Branco, Sami Arap Sobrinho e a empresa Kroll pelo contrato de investigação e as condições em que ele foi prestado.

– 2006.001.001057-9, 2a Vara Empresarial: Brasil Telecom processa Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga, Paulo Pedrão Rio Branco e a empresa Suportcomm, suspeita de ter sido contratada pela empresa por ter entre seus acionistas indiretos os executivos do Opportunity.

– 2006.001.001058-0, 2a Vara Empresarial: Brasil Telecom processa Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga, Paulo Pedrão Rio Branco e Martha Maria Serrano Fernandes, residente na Bahia, pelos contratos em valores elevados e sem a comprovação da prestação do serviço de produção de textos explicativos e histórias em quadrinho para a rede interna da BrT.

– 2006.001.001067-1, 2a Vara Empresarial: BrT processa Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga, Paulo Pedrão Rio Branco e a empresa Kontik (agência de viagem), Mônica Dantas Guimarães (irmã de Daniel Dantas) e Cláudio Jambeiro Guimarães (marido de Mônica Dantas e ex-gerente de contratos da Brasil Telecom) pela contratação e condições da prestação de serviço da Kontik pela BrT.

-2006.001.001059-2, 2a Vara Empresarial: Brasil Telecom processa Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga, Paulo Pedrão Rio Branco e a empresa Teleperformance CRM S/A, pela prestação de serviços de CRM com valores considerados superfaturados.

– 2006.001.001048-8, 2a Vara Empresarial: Processo da Brasil Telecom e do iBest contra Opportunity, Daniel Dantas, Carla Cico, Verônica Dantas, Luiz Octávio da Mota Veiga, Paulo Pedrão Rio Branco, Maria Amália de Melo Coutrim, Eduardo Penido Monteiro e a empresa Visualpart (ligada aos executivos do Opportunity) em função de um contrato de mútuo firmado entre o iBest e a Visualpart em condições favoráveis apenas à Visualpart.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top