OUTROS DESTAQUES
TV DIGITAL
Kassab adianta que aprovará alteração do cronograma de implantação da TV digital
quarta-feira, 26 de abril de 2017 , 17h56

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, adiantou, nesta quarta-feira, 26, que vai concordar com o adiamento no cronograma do desligamento do sinal analógico da TV aberta. "Essa questão já foi votada e aprovada, portanto eu vou publicar uma nova portaria", disse. Com a decisão, Kassab não dá conhecimento ao recurso apresentado pela Associação Brasileira de Televisão (Abratel), contra a mudança de datas.

A alteração do cronograma prevê o adiamento em quatro grupamentos de municípios – Fortaleza, Salvador, Belo Horizonte e no Interior de São Paulo -, conforme proposta aprovada na última reunião do Gired (grupo de implantação da digitalização da TV), no dia 19.

A proposta prevê a manutenção do switch-off analógico em Recife em julho; Rio de Janeiro e Vitória, em outubro. Mas em Fortaleza e Salvador, a data poderá passar de julho para setembro; em Belo Horizonte, de julho para a segunda a segunda semana de novembro; e o interior de São Paulo, de setembro para a quarta semana de novembro.

A principal razão apontada por algumas emissoras de TV para as mudanças de datas foram problemas técnicos para a instalação de estações de televisão em Belo Horizonte e no interior de São Paulo. Segundo a EAD, também existem dificuldades na produção de kits, composto por uma antena, um conversor do sinal analógico para o sistema digital e um controle remoto. As empresas de telecomunicações concordaram com o adiamento desde que seja mantida a prerrogativa da Anatel, relativas à avaliação da antecipação da ativação da tecnologia 4G/LTE.

A Abratel alega, no recurso, que a portaria que instituiu a portaria não prevê o adiamento pelos argumentos apresentados e que a decisão penalizaria as emissoras que se esforçaram e investiram para cumprir o cronograma traçado. Para o presidente da Anatel, Juarez Quadros, que também preside o Gired, a portaria é um documento discricionário e cabe ao ministro aprovar a proposta ou não.

 

COMENTÁRIOS

3 Comentários

  1. Richard disse:

    PRA QUEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE??????????? Ao invés da evolução, vocês idealizam o atraso! Dane-se os kits! Quem não tem, dará um jeito de ter!

    E já falamos 'n' vezes: a grande maioria que está recebendo esses kits, os está vendendo em grupos de rolo no Facebook, Mercado Livre e OLX.

    Nós pagaremos o pato por causa desses?

  2. Antônio Garcia disse:

    Acredito que se desde o começo o Brasil tivesse optado pelo padrão Europeu já teríamos muito mais adiantados na tv digital. O problema não foi do Japão e sim dá manobra política pra escolher um padrão que é usado por um pais do tamanho de uma ilha.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top