OUTROS DESTAQUES
Convergência
Sky critica licença da Telefônica para DTH
terça-feira, 26 de junho de 2007 , 15h19 | POR REDAÇÃO

A aprovação da licença da Telefônica para operar DTH foi um erro. A afirmação é do presidente da Sky no Brasil, Luiz Eduardo (Bap) Baptista, ao concordar que a convergência é uma realidade e, portanto, a Lei Geral de Telecomunicações precisa ser revista. Contudo, para o executivo, ?decisões isoladas não deveriam ser tomadas sem que o todo fosse revisto?.
Bap criticou a Telefônica, classificando-a de ?empresa monopolista? e afirmando que o paulista que não está satisfeito com a qualidade do serviço de telefonia fixa tem uma opção: ?Mudar-se para o Rio de Janeiro?. Bap diz ainda que a legislação, por mais atrasada que seja, precisa ser respeitada e que a Telefônica deveria esperar o final da discussão que deve resultar em um novo marco regulatório. "Sky e DirecTV esperaram dois anos pela aprovação da fusão?, exemplificou.
Em relação à parceria da operadora de DTH com operadoras de telcomunicação para a venda de pacotes conjuntos, Bap diz que vai ?muito bem? com a Brasil Telecom. Com a Telemar, segundo ele, as vendas ?começam a engrenar?.

Crescimento

A fusão da Sky com a DirecTV será concluída em julho próximo, finalizando assim o processo de migração dos assinantes para a base da Sky. Segundo Bap, 90% da base da DirecTV aceitaram a migração, totalizando 410 mil assinantes. A operadora está com 1,5 milhão de assinantes, com expectativa de fechar o ano com 1,6 milhão, afirmou Bap. O faturamento deve apresentar um crescimento de 40% em relação ao ano anterior – crescimento de 28% se descontada a apreciação cambial. O aumento da base de assinantes, embora não tenha ainda estimativa precisa, deve ser de dois dígitos.
?Nos dois anos em que a fusão Sky/DirecTV era analisada, o crescimento das duas empresas foi lateral. Estamos recuperando o crescimento daquele período?, destacou.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top