OUTROS DESTAQUES
Espectro eletromagnético, radiofrequência, frequência
RADIODIFUSÃO
Abratel defende na Citel manutenção da faixa de 600 MHz para a radiodifusão
segunda-feira, 26 de junho de 2017 , 18h16

A Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel) vai defender a manutenção da faixa de UHF para a radiodifusão no encontro da Comissão Interamericana de Telecomunicações (Citel), que acontece a partir desta segunda-feira, 26, em Orlando, nos Estados Unidos. De acordo com o representante da entidade, André Trindade, há um forte movimento internacional pelo uso do segundo dividendo digital para IMT (International Mobile Telecomunication), que seria destinar a faixa de 600 MHz para serviços de comunicações móveis. Para ele discutir a radiodifusão em âmbito internacional é de extrema importância.

"Devemos buscar trabalhar e sensibilizar as demais administrações das Américas sobre a importância dessa faixa para manutenção e crescimento de nosso setor. Nessa conferência, há importantes discussões sobre o espectro radioelétrico e precisamos acompanhar. Espectro é o combustível de diversos setores e precisamos garantir o nosso para continuarmos sendo uma radiodifusão de referência internacional e estarmos atentos ao que está sendo proposto para a Conferência Mundial da UIT de 2019 para harmonização do espectro", ressaltou Trindade.

Durante o encontro, serão discutidos os serviços de radiodifusão, o uso do espectro, sistemas de satélites, desde sua operação até regulamentação, serviços para celulares e transmissão de sinais. O evento discutirá também sobre a autorização internacional para rádios amadoras, interferências, além de TV digital e transmissão de som digital

A Citel é uma entidade da Organização dos Estados Americanos (OEA) e tem por finalidade servir de principal corpo consultivo da OEA em todos os assuntos relacionados com as telecomunicações nas Américas, facilitar e promover de todas as maneiras ao seu alcance o desenvolvimento contínuo das telecomunicações no continente americano e considerar quaisquer outros assuntos relacionados com a cooperação interamericana no campo das telecomunicações de que for incumbida pela Assembleia Geral ou pelos Conselhos da Organização.

 

COMENTÁRIOS

1 Comentário

  1. Luiz disse:

    Um comentário sobre a frase "…..a importância dessa faixa para manutenção e crescimento de nosso setor…..". Na minha opinião, o que está ocorrendo é irreversível, isto é, a radiodifusão vai ser aos poucos substituída, pelo menos parcialmente, pelo acesso a conteúdos através de outras redes. É a substituição do broadcast pelo broadband, tema pouco debatido nos congressos brasileiros como o da SET e outros.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top