OUTROS DESTAQUES
Internet
WiMax deve faturar US$ 352 milhões até 2013, diz consultoria
quarta-feira, 27 de janeiro de 2010 , 18h08 | POR REDAÇÃO

O mercado mundial de chips WiMax deve faturar US$ 352 milhões até 2013. A previsão faz parte de um estudo da consultoria In-Sat, que estima também que aproximadamente 50% desse total virá de modems e gateways, ficando a outra metade proveniente de aparelhos portáteis. Segundo o levantamento, os fabricantes WiMax, Intel, Beceem, GCT e Sequans se destacarão nesse mercado durante o período, impulsionados sobretudo pelas políticas governamentais de inclusão digital nas zonas rurais de vários países onde a penetração do acesso à Internet é baixa. Para o analista da In-Sat, Jim McGregor, a WiMAX não será uma tecnologia de nicho que funcionará apenas enquanto LTE [long term evolution, a quarta geração da Internet móvel, ou 4G] não atinge a maturidade, mas uma solução complementar de acesso à Internet móvel em banda larga. Segundo a consultoria, ambas as tecnologias apresentam vantagens e desvantagens, por isso devem coexistir, pelo menos até 2013.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top