OUTROS DESTAQUES
Telefonia fixa
Para Costa, intervenção na disputa da BrT é complicada
terça-feira, 27 de setembro de 2005 , 17h37 | POR REDAÇÃO

O senador Wellington Salgado de Oliveira (PMDB/MG) questionou o ministro das Comunicações, Hélio Costa, sobre a possibilidade de o ?governo brasileiro intervir na disputa entre a Telecom Italia e a Brasil Telecom, uma vez que se trata de uma empresa estrangeira interferindo numa empresa brasileira?. O ministro respondeu que esta divergência é muito complicada, porque qualquer movimentação diferente no setor de telefonia representa um impacto sobre a bolsa de valores e até para as ADRs das empresas brasileiras. ?Se chegar a um ponto em que não se consiga uma solução negociada e começar a prejudicar até mesmo a economia do País, desde que o presidente da República instrua o ministro neste sentido, pode, sim, haver uma intervenção?, afirma Costa.
Diante da resposta, o senador Wellington quis saber se a intervenção seria pontual ou específica para resolver a disputa entre duas empresas em determinado tempo. Costa esclareceu então que a responsabilidade por este tipo de decisão não seria do ministro, e sim da Anatel, conforme determina a lei.
Ao falar aos jornalistas no final da audiência pública, da qual participou na manhã desta terça-feira, 27, no Senado Federal, o ministro esclareceu que a intervenção somente ocorreria em caso de prejuízo claro para o serviço, e a avaliação seria feita pela Anatel.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top