OUTROS DESTAQUES
Aquisições
Anatel conclui em outubro análise da participação da Telefónica na Telecom Italia
sexta-feira, 28 de setembro de 2007 , 20h42 | POR REDAÇÃO

O presidente da Anatel, Ronaldo Sardenberg, disse nesta sexta-feira, 28, durante conferência da Anacom (Autoridade Nacional de Comunicações), em Portugal, que espera que a decisão sobre a participação da Telefónica no capital da Telecom Italia esteja concluída até o fim de outubro. No entanto, ele ressaltou que não haverá uma decisão antes de 10 de outubro, já que o conselho da Anatel só voltará a se reunir no início do mês, informou o Diário Econômico Online.
Em abril, um consórcio liderado pela Telefónica adquiriu 100% do capital da Olímpia, holding controladora da Telecom Italia. O consórcio, que além da Telefónica é formado pela seguradora Generali, os bancos italianos Intesa San Paolo e Mediobanca, e a Sintonia, desembolsou 4,1 bilhões euros, equivalentes a cerca de US$ 5,58 bilhões em dinheiro, pela empresa. Desde aquela época, a Anatel vem analisando as implicações da aquisição no mercado brasileiro de telecomunicação, uma vez que ambas atuam na telefonia celular: a Telecom Italia é controladora da TIM e a Telefónica detém 50% de participação acionária na Vivo. No Brasil, a sobreposição de licenças de operadoras móveis é proibida por lei.
Sardenberg adiantou que já foi feito um relatório que será entregue ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e que será necessário esperar pela aprovação da entidade. ?O relatório é confidencial e, por enquanto, não há qualquer decisão a anunciar.? O presidente da Anatel admitiu que há "um certo processo de concentração" no mercado móvel brasileiro, mas garantiu que também existem indicações de que continua a haver competição.
Sobre a possibilidade de criação de uma megaoperadora brasileira, com participação de capital da Portugal Telecom, Sardenberg disse que isso ?poderá aumentar a concorrência numa situação de grande concentração? do mercado, mas fez questão de frisar que esse é um problema das empresas, afastando a hipótese de participação da Anatel nesse processo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top