OUTROS DESTAQUES
Comunicações
Teletrim retoma crescimento após reestruturação
sexta-feira, 28 de setembro de 2007 , 20h08 | POR IVONE SANTANA

Depois de passar pelos altos e baixos do mercado de paging, ser separada da unidade de call center e ganhar novos controladores, a Teletrim foi repaginada. Passou a se chamar Teletrim Telecom, para se enfatizar o realinhamento dos negócios; teve uma queda vertical de faturamento – de aproximadamente R$ 120 milhões no final dos anos 90, auge do serviço de pager, para R$ 11 milhões em 2004, após seu desmembramento -, mas voltou a crescer dentro do seu novo cenário e prepara-se para estrear com serviços de telemetria em logística e utilities ? mais precisamente, energia. A empresa realiza testes em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, com 500 unidades para leitura remota do consumo de energia elétrica. A solução usa uma placa de pager, instalada no medidor de energia residencial. Após implantado, o sistema dispensará a visita de funcionários da distribuidora de energia para medir o consumo nas residências.
O sócio da Teletrim, José de Melo, aposta no crescimento dessa nova área. Até agora, os redirecionamentos dos negócios deram certo. Paging passou a fazer parte da unidade de comunicação móvel. O serviço está estagnado há dois anos, com 37 mil clientes, mas a empresa lançou outras opções para não ficar refém desta unidade: o segmento de voz sobre IP, com cerca de 3 mil clientes, e monitoramento de 70 mil veículos por GPS (sistema de posicionamento global), em parceria com seguradoras.
Para fazer a vigilância e rastreamento dos veículos, os equipamentos centrais da Teletrim comunicam-se com o satélite B3, da StarOne, e usam a rede GPRS da Tim. Melo disse que comprou 40 mil linhas GPRS e paga o serviço por volume de dados. Em caso de roubo, o cliente pode localizar o veículo pela central da Teletrim ou internet.
Melo acredita que a área de monitoramento ainda crescerá muito em cinco anos, pois hoje a penetração do serviço atinge apenas 3% da frota de veículos.
O mix tem melhorado ano-a-ano a receita da empresa. O faturamento estimado para 2007 é de R$ 35 milhões, 52% superior ao registrado no ano passado.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro de lideranças do mercado de telecomunicações

19 de setembro a 20 de setembro
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top