OUTROS DESTAQUES
Estratégia
Embratel planeja revender serviços móveis
sexta-feira, 28 de novembro de 2003 , 15h19 | POR REDAÇÃO

A Embratel é a favor de que a Anatel permita a venda de serviços móveis como acontece nos EUA. Nesse modelo, compram-se milhões de minutos de uma operadora para revenda, que é feita com a marca do revendedor. "Para tanto não é necessária uma licença de uso de freqüência?, explicou Purificación Carpinteyro, vice-presidente de marketing e assuntos externos da empresa. A executiva citou o exemplo da empresa norte-americana Virgin que faz esse tipo de revenda. Segundo Purificación, a Anatel já estaria estudando o assunto.

Telefonia local

A Embratel iniciará no primeiro semestre de 2003 a oferta de telefonia local residencial e de acesso à Internet em banda larga em três cidades: Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. ?Nosso diferencial será o fato de termos uma rede 100% digital e fazermos uma cobrança por minuto com faturas nas quais todas as chamadas são discriminadas, explicou Roberto Durães, diretor de estratégia regulatória da Embratel.
Inicialmente a operadora utilizará seus acessos próprios para oferta de serviços locais, mas Durães espera que a Anatel crie em breve, um regulamento para o unbundling o que permitirá que a empresa expanda seus serviços nesse segmento. Hoje a Embratel oferece serviço local em 74 cidades e deve atingir 96 até final do ano.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top