OUTROS DESTAQUES
3G
TIM avalia uso de 850 MHz para WCDMA no futuro
quarta-feira, 29 de março de 2006 , 16h25 | POR REDAÇÃO

Uma possível utilização no futuro da faixa de 850 MHz pode ser a terceira geração (3G) em WCDMA, afirmou o presidente da TIM, Mario Cesar Araujo. O assunto é estudado por técnicos da operadora, que possui licença para usar essa freqüência em diversos Estados brasileiros nos quais montou redes TDMA nas bandas A e B, como Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais e o Nordeste do País.
Conforme usuários de TDMA migram para GSM, o espectro em 850 MHz vai ficando menos sobrecarregado. Além disso, como lembra o presidente da TIM, essa faixa de freqüência mais baixa requer menos antenas que em 1,9 GHz. Porém, seria necessário oferecer celulares que funcionassem em diversas freqüências, para garantir o roaming. ?Há uma operadora americana que já utiliza WCDMA em 850 MHz?, citou Araújo, referindo-se à Cingular.
Hoje a TIM ainda tem cerca de 3,6 milhões de usuários TDMA. O executivo não soube precisar a partir de que momento seria possível dividir a faixa de 850 MHz para operar ao mesmo tempo TDMA e WCDMA. É importante destacar que não há qualquer definição a respeito do assunto por enquanto na operadora. Trata-se apenas de uma possibilidade em estudo.
O presidente da TIM criticou no ano passado reiteradas vezes o que considera ser um lançamento prematuro da 3G no País. Em entrevista durante a Futurecom, em outubro passado, sugeriu que o Brasil só deveria investir nessa tecnologia por volta de 2008 ou 2009, alinhado com China e Rússia. ?Se esperarmos um pouco mais poderemos lançar a 3G turbinada, o HSDPA?, comentou esta semana ao TELETIME News.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top