OUTROS DESTAQUES
Ainda há tempo para a Vésper se recuperar?
quarta-feira, 29 de agosto de 2001 , 23h57 | POR REDAÇÃO

A Vésper pode ser recuperada em tempo hábil para abocanhar uma porção interessante do mercado e tornar-se competitiva? O vice-presidente da Vésper Business, Hanse Hesketh, ex-Optiglobe, recém-empossado no cargo, acha que sim. O executivo acredita que o mercado brasileiro de telecomunicações é novo ainda e que a partir de janeiro de 2002 abrem-se novas oportunidades, inclusive na área de dados, dominada pela Embratel. Como calcula que as empresas precisam de um ano para entender as regras e os concorrentes, a operadora deverá aproveitar o tempo para tentar sair da atual crise e lutar por sua fatia. Hesketh diz que tem oito metas internas para cumprir até o final de setembro e garante que a Vésper não está estagnada.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top