OUTROS DESTAQUES
Operadora diz que apenas reavalia as ordens de serviço
quarta-feira, 29 de agosto de 2001 , 23h57 | POR REDAÇÃO

A operadora afirma que apenas está reavaliando as ordens de serviços e seus custos para melhor definir prioridades. Diz ainda que as empresas estão sob contratos do tipo "guarda-chuva", recebendo pela execução de cada serviço solicitado. Já as empresas de manutenção alegam que montaram suas estruturas de pessoal, instalações e equipamento com base em previsão de faturamento definida em contratos, assinados em outubro último, de cerca de R$ 40 milhões para cada um, por dois anos. E que não podem mantê-las apenas com a expectativa de contratações esporádicas, em caráter emergencial, como pretende a Telefônica a partir de agora. Com sedes em diferentes pontos do Estado de São Paulo, estas prestadoras têm a operadora como cliente único ou como cliente responsável por mais da metade de seus faturamentos. Os dirigentes das empresas planejam buscar uma solução conjunta, amparada pela Apemec.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top