OUTROS DESTAQUES
Não há recomendação de limpeza das faixas
quarta-feira, 31 de maio de 2000 , 22h54 | POR REDAÇÃO

A ITU acabou buscando consenso ao aprovar as três faixas. A faixa mais baixa, de 806 MHz a 960 MHz, foi proposta pelos Estados Unidos. Poderá ser usada, no futuro, para a evolução dos celulares das bandas A e B para o IMT-2000. A faixa de 1,710 GHz a 1,885 GHz foi proposta pela Citel, que faz parte da Organização dos Estados Americanos. A faixa de 2,5 GHz a 2,69 GHz foi proposta pelos europeus. Nas Américas ainda é usada para serviços como o MMDS e comunicações ponto-a-ponto. Os documentos da WRC deixam claro que os países podem compartilha-las, porém, com outros serviços, novos ou já existentes. Também não há recomendações para limpeza destas faixas.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro de lideranças do mercado de telecomunicações

19 de setembro a 20 de setembro
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top