OUTROS DESTAQUES
Aquisições
BCP convoca assembléia para efetuar saneamento financeiro
sexta-feira, 31 de outubro de 2003 , 14h28 | POR REDAÇÃO

A BCP começa a arrumar a casa, após a Anatel ter dado o sinal verde para a absorção da operadora pela América Móvil (Claro). A Nova BCP Participações enviou edital de convocação à CVM chamando os acionistas para assembléia geral extraordinária (AGE) a ser realizada no próximo dia 19. Um dos objetivos da AGE é eleger o novo conselho de administração. O antigo conselho da BCP renunciou em sua totalidade. A segunda razão da convocação é tratar do saneamento financeiro da operadora.

Saneamento

Para fazer o saneamento da BCP, conforme o edital, serão tomadas algumas medidas:

– Será absorvida a parcela dos prejuízos acumulados pela BCP no montante de até R$ 450 milhões, mediante débito na conta do acionista controlador, sem qualquer alteração no capital social;
– O capital social será reduzido por meio da absorção de parcela dos prejuízos acumulados da BCP no montante de R$ 1,230 bilhão, com o cancelamento proporcional de ações;
– Haverá um aumento do capital social no valor de R$ 3.492.634.009,75, mediante capitalização de créditos existentes em face da BCP, com emissão de 3.158.023.256 ações nominativas, sendo 1.052.674.418 ações ordinárias e 2.105.348.838 ações preferenciais. O preço de emissão será o mesmo usado nos últimos aumentos de capital, ou seja, R$ 1,10595576 por ação;
– Finalmente, será alterado o estatuto social, para refletir o novo valor do capital social e o novo número de ações.

Sinal verde

A agência concedeu, no último dia 28, anuência prévia para a reestruturação acionária da BCP. A medida, publicada no DOU, autorizava a aquisição, pela Nova BCP Participações e Investimentos S.A., da totalidade da participação acionária detida pela Santabel Comércio e Participações Ltda., Bellsouth Latin American Investments I, Ltd. e Sodepa (Sociedade de Empreendimentos, Publicidade e Participações S.A) no capital social da BCP S.A.
A medida concedia também anuência prévia à aquisição, pela América Móvil S.A., da totalidade da participação acionária detida pela BCP Holdco (USA) LLC no capital social da Nova BCP Participações e Investimentos S.A.
As medidas de reestruturação deveriam ser comunicadas no prazo máximo de 30 dias após sua efetivação e é o que a operadora está fazendo agora.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top