OUTROS DESTAQUES
Caso Opportunity
Carla Cico manda dizer que não depõe agora à CPI
segunda-feira, 31 de outubro de 2005 , 19h18 | POR REDAÇÃO

Carla Cico, ex-presidente da Brasil Telecom S/A, foi chamada a depor na CPMI dos Correios nesta terça, dia 1°, mas mandou dizer que não vai. Motivo: está fora do Brasil e diz que só voltará dia 14, segundo informaram seus advogados à secretaria da CPMI. Alegaram que a convocação da comissão chegou em cima da hora, o que membros da CPI negam, já que a oitiva de Cico está aprovada há mais de dez dias.
Carla Cico é italiana e no Brasil responde a processo por formação de quadrilha e espionagem, processo esse decorrente das conclusões das investigações da Polícia Federal sobre o caso Kroll (empresa contratada pelo Opportunity e pela Brasil Telecom para investigar desafetos de Daniel Dantas). Ela chegou a declarar à imprensa que viajaria para correr a Maratona de Nova York, que acontece no próximo dia 6. A CPMI buscaria dela, durante o depoimento, informações sobre eventuais fontes de recursos para o esquema de financiamento de partidos montado com o empresário Marcos Valério, cujas agências (DNA e SMP&B) tinham contratos com a Brasil Telecom. A própria Carla Cico teria autorizado, sem o conhecimento do departamento de marketing da BrT, contratos de R$ 50 milhões com as agências de Marcos Valério, segundo informações do jornal Folha de S. Paulo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top