OUTROS DESTAQUES
Satélites
Em declaração conjunta, Brasil e Ucrânia demostram interesse em ampliar parceria
segunda-feira, 31 de outubro de 2011 , 18h25 | POR REDAÇÃO

Embora a binacional Alcantara Cyclone Space (ACS) tenha enfrentado uma série de dificuldades desde o seu lançamento, Brasil e Ucrânia parecem otimistas com a parceira. Por ocasião da visita do presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovych, ao Brasil no último dia 25, os dois países assinaram uma declaração conjunta em que expressam o interesse em expandir a cooperação na área satelital.

"Os dois mandatários manifestaram interesse em expandir a cooperação entre o Brasil e a Ucrânia na área da exploração e do uso pacífico do espaço exterior, por meio do desenvolvimento conjunto de novos projetos", diz a declaração.

Há ainda uma expectativa favorável em relação ao lançamento do Cyclone 4 da base brasileira de Alcântara. "Os Chefes de Estado reconheceram o progresso alcançado no desenvolvimento do projeto espacial conjunto 'Cyclone-4 – Alcântara' e expressaram confiança no êxito do primeiro lançamento do veículo ucraniano "Cyclone-4", a partir do centro de Alcântara.

Durante a visita, o presidente ucraniano ratificou a promessa de voltar a realizar os aportes na companhia, o compromisso, entretanto, foi feito oralmente à presidenta Dilma. O acordo entre os dois países prevê um investimento total de R$ 1,03 bilhão, sendo metade de cada parte. O Brasil já investiu R$ 218 milhões (42% do seu montante), mas a Ucrânia destinou apenas R$ 98 milhões (19%) à parceria. Yanukovych afirmou à presidenta Dilma que até o fim deste ano a Ucrânia terá investido, aproximadamente, R$ 259 milhões na ACS.

Novo diretor

Tomou posse nesta segunda, 31, o novo diretor da ACS, o brigadeiro Reginaldo dos Santos. A companhia ficou sob o comando interino do técnico Reinaldo Melo desde março, quando Roberto Amaral, vice-presidente do PSB, se desligou da companhia. Reginaldo dos Santos é engenheiro eletrônico, formado pelo ITA (1970), tendo recebido menção honrosa "summa cum laude" (láurea máxima concedida pelo Instituto). Também é mestre em engenharia (1974) e doutor em ótica aplicada (1977), ambos pela Purdue University (EUA).

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top